Parque Metropolitano (Foto: Shutterstock)

Pertinho do Brasil, uma escapada para Santiago sempre é bem-vinda. A capital chilena é moderna, organizada e com gastronomia ótima. E com a entrada de uma nova aérea low cost, os voos ficam mais baratos. Que tal aproveitar e fazer um roteiro descolado por Santiago?

O recomeço das operações da aérea chilena Sky Airline no Brasil está animando os brasileiros que planejam uma escapada até Santiago, no Chile. O fato de não precisar de visto e ser um destino relativamente perto (pouco mais de quatro horas de voo de São Paulo ou menos de sete de Brasília), a capital chilena tem atraído cada vez mais turistas brasileiros.

Com voos regulares semanais desde São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis, a low cost promete trechos com tarifas a partir de USD 50 e dá algumas dicas de o que visitar por lá. Aerolíneas Argentinas, Avianca, Azul, Emirates, Gol e Latam também fazem este trecho.

Museus
Chegando em Santiago, vale aproveitar os dias mais quentes de primavera e verão para conhecer a cidade a pé e visitar atrações como o Museu Aberto de São Miguel, localizado no bairro de mesmo nome. Trata-se de uma grande galeria de arte urbana com murais e grafites produzidos por mais de 70 artistas chilenos e estrangeiros. O projeto foi idealizado em 2009 por Roberto Hernández Bravo e David Villarroel Fuentes, todos moradores de San Miguel, e hoje representa a maior obra artística coletiva do Chile. Em outubro de 2018, o espaço somava mais de 6.000 m² de arte, e alguns murais com impressionantes 85 m².

Seguindo a programação cultural pela cidade, outro lugar que merece uma visita é o Museu Violeta Parra, dedicado à vida e obra de uma das mais renomadas e multifacetadas artistas do país. Nascida em San Carlos, em 1917, Violeta Parra foi compositora, cantora, artista plástica e ceramista. No Museu, pode-se encontrar telas, capas de discos, acessórios pessoais, manuscritos e um vasto acervo musical.  A entrada é grátis.

Completando o roteiro, dedique pelo menos um dia para conhecer o charmoso Bairro Itália, repleto de galerias de arte, antiquários, lojas de artesanato, cafés e restaurantes da moda. Uma ótima pedida para fazer compras e apreciar o que a gastronomia chilena tem de melhor.

Parques
Santiago é uma cidade repleta de parques para quem curte apreciar a natureza, relaxar, passear com crianças e cachorros, fazer piqueniques ou praticar esportes. Os turistas que se preparam para visitar a cidade no verão não podem deixar de conhecer o Parque Metropolitano, que é reconhecido por ter a maior área verde da cidade e por ser um dos maiores parques urbanos do mundo.  Outro que vale a visita é o Parque Bicentenário, que, além do verde, é cheio de lagoas e atividades culturais. Ambos ficam na região de Providencia. Quem for passear pelo centro da cidade, a dica é o Parque Cerro Santa Lucía, que é como uma válvula de escape no meio do caos típico de um centro de cidade. Como os demais, tem muito verde para ser apreciado, mas tem também um mirante com uma bela vista. Por ali há também algumas construções antigas como a Terraza Neptuno e o Castelo Hidalgo. Para quem quer ter fotos incríveis, é parada obrigatória.

Praça
Quem quer conhecer um pouco mais de Santiago, não pode deixar de visitar a Plaza de Armas, o marco zero da cidade. Histórica, é lá que estão os principais símbolos arquitetônicos da era colonial, como o Correo Central, a Prefeitura e a Catedral Metropolitana, a principal igreja do país. O Museo Postal, em funcionamento desde 1949, e o Museo Histórico Nacional, que tem 15 salas para contar a história do país, também estão ali. Cantores regionais também costumam se apresentar na praça, o que é uma boa opção de entretenimento para aqueles que gostam de mergulhar na cultura local.

Viña del Mar (Foto: Shutterstock)

Vinícola
Outro programa que vale a pena é conhecer as vinícolas do Vale do Colchagua, a rota do vinho. De Santiago, a viagem dura apenas 2 horas de carro. Chegando à região, o turista se depara com uma grande oferta de vinícolas, entre as quais pode-se destacar a Viña Santa Cruz, que é uma ótima sugestão não só para quem ama beber vinho, mas também para quem busca um passeio em família. Quem visita a vinícola vivencia uma experiência completa, que inclui percurso pela bodega, degustação, subida de teleférico para um tour histórico e cultural pelas aldeias indígenas, tour astronômico ancestral e planetário, onde há informações sobre o universo, a vida terrestre, entre outros.  Em poucas horas se conhece tudo. Depois desse passeio, ainda dá para retornar a Santiago e curtir mais a cidade. Tudo no mesmo dia!

Praia
Para os “praieiros”, a boa notícia é que Santiago está muito próxima a duas cidades litorâneas: Viña del Mar e Valparaíso. Elas são separadas por uma ponte, ou seja, é muito fácil ir de uma para outra. Ficam a uma média de 110 km de Santiago e o transporte pode ser feito de carro ou ônibus.

Para quem gosta de lugares modernos, Vina Del Mar é uma boa opção por causa de sua infraestrutura. Playa Caleta Abarca é uma das praias mais frequentadas da cidade, por causa do mar tranquilo e bom para as pessoas nadarem. Outra praia que vale a visita é a Reñaca, muito famosa no país. Seu mar é limpo e muito procurado por surfistas. Então, quem gosta de onda, já sabe para onde ir. Fora a costa, a cidade também tem jardins e cassinos para a diversão ficar completa.

Já a cidade portuária de Valparaíso é mais antiga e tem morros ocupados com várias casinhas coloridas, chamando a atenção de turistas. No quesito praia, destaque para a Las Torpederas, que tem mar tranquilo e água cristalina, por isso é uma das mais frequentadas. Uma outra praia boa para ir no verão é a San Mateo, que apesar de pequena, tem boa estrutura para os banhistas, e é ótima para levar crianças. Outras atrações de Valparaíso são os casarões do século XIX. Inclusive, é lá que fica a casa museu do poeta Pablo Neruda.

Vale Nevado (Foto: Shutterstock)

Valle Nevado
Para os aventureiros, uma boa escolha é aproveitar as atividades de verão da estação de esqui e snowboard Valle Nevado, que fica a apenas 90 minutos do centro da capital Santiago. O resort fica localizado a 3 mil metros de altitude, em meio a picos ainda mais altos da Cordilheira dos Andes, e durante os meses mais quentes, mesmo sem neve, permanece aberto para visitantes que chegam em busca de esportes de aventura, como hiking, mountain bike, cavalgada, além de passeio de teleférico, almoço típico e observação de condores, as aves típicas dos Andes. Um programa perfeito para toda a família.

Onde ficar
Ladera Hotel Boutique – Localizado na região de Providencia, uma das áreas mais nobres e seguras de Santiago, o Ladera é um hotel boutique moderno e elegante. Entre os diferenciais, destaque para o café da manhã sem horário de término e acesso livre ao spa, que conta com jacuzzi. No rooftop, a área de lazer com piscina de borda infinita e vista 360 graus da cidade e da Cordilheira dos Andes deixa qualquer hóspede de queixo caído. Outra vantagem de se hospedar no verão é que o hotel oferece happy hour durante todos os fins de semana da temporada. É para fechar o dia em grande estilo!

Quem curtiu as dicas acima, mais uma boa notícia: o Ladera ainda empresta bicicletas para os hóspedes fazerem bike tour e organiza passeios para vinícolas, museus e estações de esqui, por exemplo. Sem dúvida é uma ótima opção de hospedagem. Informações: www.ladera.cl

La Quinta – O hotel está localizado estrategicamente a 5 minutos de carro do Aeroporto de Santiago, e é uma boa opção para o hóspede que quer ter facilidade com deslocamento na hora de embarcar e desembarcar. Com ótima estrutura, oferece serviço completo como restaurante, academia, piscina climatizada, jacuzzi, sauna e translados gratuitos de ida e volta do Aeroporto. Informações: https://www.lq.com/en

Veja também:

Tierra Atacama: luxo e conforto no meio do deserto

 

Posts relacionados