Pequena e pacata, Rüdesheim tem uma importância histórica para Alemanha, além de ser uma grande produtora de vinhos

Rüdesheim am Rhein, Alemanha – Se você acredita que a Alemanha é a terra da cerveja, você precisa reconsiderar suas crenças. Embora seja mundialmente conhecida por elaborar a melhor bebida alcoólica feita a partir da fermentação de cevada maltada, a Alemanha também é excelente produtora de vinhos. Dúvida? Uma boa maneira de provar que essa teoria é verdadeira é conhecendo a pequena e encantadora Rüdesheim am Rhein.

Visão panorâmica de Rüdesheim am Rhein

História

Localizada na região do Vale do Rio Reno e com cerca de 10 mil habitantes, Rüdesheim am Rhein é uma daquelas pérolas turísticas que ainda não receberam o devido valor. Pouco divulgada entre estrangeiros, a cidade atrai por ano aproximadamente 1,5 milhão de visitantes, mais de 50% são alemães que querem conhecer os locais que foram palco de eventos históricos.  A cidade sempre teve importância por servir de entreposto comercial ao longo dos séculos. Por ela, passavam barcos que navegavam pelo Reno trazendo mercadorias de diversos pontos da Europa e muita coisa era vendida em Rüdesheim am Rhein. Mas o que a fez atrair turistas foi a construção do Monumento Niedervald, símbolo da unificação, em 1871, de 39 diferentes reinos, ducados e cidades germânicas após a Guerra Franco Prussiana.

Monumento Niedervald: símbolo da soberania germânica

O monumento mede 38 metros e ficou pronto em 1883. Composto por três partes principais: no centro, encontra-se a estátua principal, chamada de Germânia, carrega a Espada Imperial na mão esquerda e a Coroa do Imperador na direita. Na cabeça, traz uma grinalda de carvalho, simbolizando a glória. No canto direito da base está o Anjo da Paz com uma cornucópia e um ramo de oliveira, que são compreendidos por séculos como um símbolo de prosperidade e de paz. Este anjo está virado para o território alemão. No lado esquerdo está o Anjo da Guerra com uma espada de combate em sua mão direita e a trombeta de guerra nos lábios, virado em direção à França como se fosse um lembrete para que o país vizinho não ousasse invadir as terras alemãs.

Um dia em Rüdesheim am Rhein

O melhor jeito de conhecer Rüdesheim am Rhein é logo de manhã visitar o Parque Niedervald e ver o tal monumento, que antes do meio-dia costuma estar mais vazio.  Há três maneiras de chegar até lá: você pode optar por ir de carro, fazer uma caminhada entre os vinhedos ou ir de teleférico e ter uma vista panorâmica da cidade. Além de ver de perto o Monumento Niedervald e observar Rüdesheim am Rhein de altura de 230 metros, uma vez que você está no Parque Niedervald, é possível fazer longas caminhadas por entre as árvores. Para descer, o melhor jeito é usar o teleférico e, em seguida, fazer um barco pelo Rio Reno e entender a importância que ele teve para o desenvolvimento da região por servir como rota de comércio.

Rio Reno: rota de comercio que fez Rüdesheim am Rhein se desenvolver

Para coroar esse passeio e finalizar a visita a Rüdesheim am Rhein em grande estilo, é preciso fazer uma degustação de vinhos produzidos na cidade. Com um solo rochoso composto por ardósia e basalto, a região dedica-se a vinicultura há mais de mil anos e o grande destaque são os vinhos brancos feitos com a uva Riesling, que se desenvolve melhor em temperaturas moderadas, como o de Rüdesheim am Rhein. O clima mais frio retarda a maturação e faz a uva Riesling ter uma grande concentração de aromas, uma de suas principais características. O resultado são vinhos mais saborosos e frutados, que não deixam o gosto do álcool sobressair e capazes de envelhecer bem após serem engarrafados (o oposto do Chardonay, por exemplo) por causa da alta acidez. Versátil, a uva Riesling dá origem desde vinhos secos até doces, o que faz a degustação nas vinícolas e vinotecas de Rüdesheim am Rhein agradarem os diversos tipos de paladar. Mesmo quem não é muito fã de vinho branco, precisa provar os exemplares produzidos na região, pois certamente vai mudar de opinião.

“Senso de humor é o segredo para entender de vinho”, garante especialista

Vista panorâmica dos vinhedos de Rüdesheim Am Rhein
Vinícola Georg Breuer: rótulos bem avaliados pela crítica

Um bom lugar para se deliciar com os vinhos é a Georg Breuer, uma vinícola de 35 hectares que funciona desde 1880 e tem uma loja onde é possível fazer degustação em grupos. A Georg Breuer é super tradicional e se destaca pela qualidade dos rótulos, que acumulam boas críticas em veículos europeus especializados em vinhos. Apesar de ser reconhecida como uma excelente produtora de vinho branco, é necessário destacar o rosé Pinot Noir, que apresenta notas de frutas vermelhas e é super refrescante.

5 dicas para se refrescar com vinho

Por não ser tão popular, Rüdesheim não sofre com o problema de preços inflados e serviços não tão bons quanto destinos mais hypados. A cidade conserva um clima de interior, com pessoas agradáveis sorrindo nas ruas e comida e entretenimento com preços justos. Vale a visita!

 

Como chegar

Rüdesheim am Rhein acaba entrando no itinerário de turistas internacionais meio que por acaso, já que o percurso de trem entre o município e Frankfurt dura pouco mais uma hora. Logo, um bate e volta é super viável (e recomendável), já que em um dia dá para conhecer bem a cidade.

Fotos: Ricky Hiraoka

Posts relacionados