A região de Maipú é a mais próxima de Mendoza, a cerca de 30 minutos do centro, é a menor região produtora de vinhos, com aproximadamente 20 vinícolas, e com a paisagem menos atrativa. Mesmo assim, aqui estão algumas bodegas tradicionais que vale incluir no roteiro, ao menos uma, e aproveitar para fazer uma degustação de azeite ou passeio de bicicleta

Casa El Enemigo 

Bodega Casa El Enemigo, Mendoza (Foto: divulgação)
Bodega Casa El Enemigo, Mendoza (Foto: divulgação)

A bodega e restaurante El Enemigo é um projeto que iniciou em 2008, com um dos principais nomes da vitivinicultura argentina, Alejandro Vigil, e a historiadora Adrianna Catena. A proposta da sociedade foi construir uma microvinícola com restaurante, utilizando as mais modernas técnicas de sustentabilidade e produção orgânica. O resultado é um almoço harmonizado que sempre figura entre os mais inesquecíveis da cidade. 

Videla Aranda 7008 – Maipú / Tel: (261) 341-1729

Veja também: 
Um roteiro pelo centro de Mendoza – muito além das vinícolas 
Onde se hospedar no centro de Mendoza

Família Zuccardi

ZUCCARDI MENDOZA
Casa del Visitante na Bodega Zuccardi (Foto: divulgação)

Uma das mais bem-sucedidas vinícolas familiares da Argentina, fundada em 1950 por Alberto Zuccardi, aqui é possível fazer vários programas, além das degustações. O espaço conta com dois restaurantes, galeria de arte, fábrica de azeite de oliva, além de oferecerem cursos de como colher as uvas, culinária local, passeios de bicicletas e de carros antigos pela plantação e sobrevoos de balão. Vale almoçar no restaurante Casa del Visitante, com pratos típicos, ou no Pan&Olive, especializado em massas regadas com o azeite produzido na casa.  

Ruta Prov 33 km 7,5 – Maipú / Tel: (261) 441-0000

La Rural

Fundada por Felipe Rutini, um italiano que chegou à Argentina em 1885, é uma das mais tradicionais vinícolas da região. O tour leva os visitantes a caminharem pelas enormes salas de produção e termina com uma degustação na sala de barrica, onde também está uma valiosa coleção de arte. Vale conhecer o Museu do Vinho, que fica na propriedade com mais de 4.500 relíquias históricas de valor incalculável, é um dos mais completos do mundo sobre o assunto. 

Monte Caseros 2.625 – Coquimbito / Tel: (261) 497-2013

Trapiche

Bodega Trapiche (Foto: divulgação)
Bodega Trapiche (Foto: divulgação)

Em um linda construção do século 20, completamente restaurada, está a bodega, que tem sua marca presente em mais de 80 países e é detentora de diversos prêmios internacionais. A adega foi pioneira na introdução de cepas francesas, na importação de barricas de carvalho francês, na produção de vinhos varietais e no uso de tanques de aço inoxidável. Durante a visita guiada, é possível conhecer o processo de elaboração de vinhos premium e passear pela história da indústria de vinho no museu com máquinas do início do século 20. Seu restaurante Espacio Trapiche é disputado e oferece pratos com produtos frescos e colhidos no pomar e na granja da bodega. 

Calle Nueva Mayorga s/n – Maipú / Tel: (261) 520-7666

Trivento

A Trivento, do grupo Concha y Toro, é famosa no Brasil por seus vinhos de entrada e muitos visitantes surpreendem-se com a quantidade e qualidade de outros rótulos premium da vinícola. A propriedade fica ao lado de uma represa com vista para os Andes, tem um bonito espaço de arte e passeios de bicicleta. 

RP60 & Jerónimo Ruiz / Tel: (261) 413-7196

Posts relacionados