Guia Neve: chegamos em dezembro e a temporada de esqui já começou no hemisfério norte e na Europa. Muitas estações já apresentam grande volume de neve, mas fica a dúvida: onde ir?

De viagens com crianças a um esqui gastronômico, preparamos um guia com dicas imperdíveis de onde comer e se hospedar em parceria com a estilista Lethicia Bronstein, que lançou sua coleção Glacier com peças incríveis para curtir as baixas temperaturas. Prepare seu casaco, esqui e bom powder!

Zermatt, Suíça
A estação de esqui na Suíça ainda é pouco conhecida pelos brasileiros, mas vale estar no seu roteiro. A vila murada pelos Alpes é encantadora, com fachadas de madeira e sem carros (eles não entram) parece cenário de filme. Já para esquiar são 360 km de pistas em três variadas áreas: a Sunnegga-Rothorn, a Gornergrat-Stockhorn e o paraíso glacial de Schwarzsee e Matterhorn. Praticantes de snowboard podem aperfeiçoar suas técnicas no Gravity Park, parque de estilo livre onde treinam também os aspirantes olímpicos. Também é possível passar para a região de esqui italiana de Breuil-Cervinia, utilizando a passagem do Matterhorn/ Theodulpass.

 

Foto: divulgação

Onde comer?
Zermatt é a capital gastronômica dos Alpes. E os melhores lugares não estão na cidade, mas sim espalhados pelas encostas. Imperdíveis: o Othmars, com sua excelente seleção de frutos do mar do Alasca; o Les Marmottes, com menu cheio de opções de caça local; e o famoso templo de queijo derretido, Whymper-Stube. Na cidade, o Capri no Le Petit Cervin é estrelado e oferece experiência inesquecível.

Onde ficar?
Se quiser ficar no centro a melhor opção é o Mont Cervin Palace, associado ao “Leading Hotels of the World”, oferece serviço impecável com suítes e acomodações familiares. Outra ótima opção é o Omnia, com vista deslumbrante e apenas 30 acomodações.

Confira o guia completo aqui: 

 

Posts relacionados